quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Desabafo (ou Fome e Sede)

Já faz um tempo que minha vida não segue o que eu quis que ela seguisse.
Por mais que eu tente, a impressão que tenho é que tudo vai girando e volta ao ponto de partida.
sempre.

E por mais inovações que eu faça... que eu me supere... que eu crie oportunidades pra me fazer feliz... e que nessas oportunidades eu consiga, sim, me fazer muito feliz...

não adianta...

a impressão que dá é que sempre falta algo.

E falta mesmo.

Falta doações.
Falta o inteiro.

Me cansa doses homeopáticas do nada.

Eu quero é injeção letal do tudo.

Eu Quero ter, tenho fome de ter!
Por favor, me dê!
Só assim pra que eu tenha chance de te mostrar que mereço o que tenho...

E olha que estou na sede de fazer por merecer.

4 comentários:

ta.ta.mires disse...

"injeção letal do tudo"... Encontrei meu remédio!

Faço paisagens com o que sinto. disse...

Tudo o que queremos ter ou receber sempre parece distante, escondido no longinquo horizonte das pálpebras dos nossos próprios
olhos.

LuCais disse...

eu sou dose homeopática do tudo. sei que já tenho tudo em mim, mas ninguém me suga de verdade. então sorrio. por detrás do sorriso há uma boca vermelha.
tudo
nada

Luka disse...

"Me cansa doses homeopáticas do nada.
Eu quero é injeção letal do tudo."
muito bom isso!